Marilia Garcia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

"O que foi o stalinismo"

60 cidades, 2 mil companheiros: participe da Escola Marxista

Maior plano de formação marxista do Brasil

O Partido da Causa Operária inicia, neste final de semana, a mais nova edição de cursos da Escola Marxista. O tema deste semestre será baseado no curso “O que foi o Stalinismo – Uma análise marxista”. As aulas serão pautadas pelo folheto divulgado pelo partido, “Bolchevismo e Stalinismo” escrito por Leon Trótski.

Nesse projeto, o Partido viaja o Brasil realizando cursos municipais de formação socialista, cujos temas são retirados da Universidade de Férias realizada anteriormente. As aulas que ocorrem em apenas uma tarde de discussão são, portando, uma versão resumida das dezenas de aulas ministradas no curso de férias do PCO. 

O tema diz respeito a polêmica de Trótski, que opõe as posições de Stalin às posições Leninistas, mostrando que o stalinismo é o oposto do leninismo e que, inclusive, o primeiro levou à destruição do Partido Bolchevique. O curso será importante, portanto, para o entendimento correto do que foi o processo de burocratização da União Soviética (URSS) destacando, inclusive, o caráter episódico do fato. 

O curso também falará sobre a ação profundamente reacionária do Stalinismo, que resultou no processo internacional de refluxo da classe operária no século XX, após a promoção da série de derrotas das revoluções operárias. As derrotas das revoluções Alemã, Francesa, Espanhola, Inglesa e Chinesa são exemplos acabados do caráter reacionário da ação Stalinista em sua política internacional. 

Na política nacional, por sua vez, o stalinismo não é menos contrarrevolucionário. A promoção do expurgo de toda a camada revolucionária do pais, com o assassinato dos maiores expoentes revolucionários, Leon Trótstki, incluso, esclarece o tema. 

A discussão sobre o stalinismo e sua oposição revolucionária será realizada neste ano em cerca de 60 cidades, visando reunir mais de 2 mil pessoas. Dessa maneira, o projeto completo coloca-se como o maior plano de formação marxista brasileiro dos últimos tempos. O objetivo fundamental da atividade, além da formação política, é, dessa forma, o agrupamento de setores interessados nos temas fundamentais da luta política internacional. 

As aulas serão semipresenciais, quer dizer, as pessoas terão a opção de comparecer a um local ou assistir a aula por videochamada em sua casa.

[js-disqus]
CausaOperariaTV
Receba Nosso Email